petassist-logo

Blog Pet Assist

Será que cachorro pode comer espiga de milho

Afinal, o cachorro pode comer espiga de milho? A espiga de milho possui características que, em teoria, seriam boas para o cachorro roer: duro, mas não muito a ponto de machucar a gengiva ou fraturar um dente.

No entanto, a espiga não traz benefício nutricional algum para a saúde dos pets. Além disso, pode fazer com que eles se engasguem com pedaços grandes ou até mesmo causar obstrução intestinal, levando o peludo a passar por uma cirurgia de emergência para a retirada desse corpo estranho.

Os principais sintomas causados pela ingestão da espiga são náusea, desidratação, redução na mobilidade, diarreia e perda de apetite. Ainda acha que pode dar espiga de milho para cachorro?

Por que a espiga faz mal?
Diante disso, a resposta para a pergunta “cachorro pode comer espiga de milho?” é: não mesmo! Ela é indigesta e ainda coloca a vida do pet em perigo. Ao jogá-la fora, tome cuidado para que o peludo não a roube do lixo, pois seu cheiro é bastante atrativo para ele.

E o cachorro pode comer espiga de milho cozido? Também não. Mesmo cozida, a espiga pode ser quebrada em pedaços grandes que irão engasgar ou obstruir o intestino do cachorro, continuando indigesta. A espiga não pode ser dada nem cozida, nem assada e nem crua.

Pode oferecer milho aos cães?
Agora que já respondemos se cachorro pode comer espiga de milho, você deve ter se perguntado: “Posso dar milho para meu cachorro?”. Sim! Mas isso, claro, desde que ele seja preparado de maneira adequada e considerando os cuidados necessários.

O cachorro pode comer milho, mas sempre respeitando as quantidades. Por se tratar de um alimento consideravelmente calórico, não é bom oferecê-lo em excesso, para que o pet não ganhe uns quilinhos a mais.

Mesmo sendo um dos alimentos que cachorro pode comer, não quer dizer que é o ingrediente mais saudável e que não pode faltar na dieta dele. O milho deve ser somente um petisco ocasional.

Busque
Você poderá gostar
Sobre

A Pet Assist foi criada com o propósito de garantir Proteção por Toda a Vida aos pets, evitando maus-tratos e abandonos, em função da morte do tutor.

Siga nas redes sociais