Blog PetAssist

Notícias, dicas, saúde e comportamento animal

Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo


Gatos estão em segundo lugar no país, mas são a maioria no planeta .

Em números, os gatos já são mais populares que os caes: são 204 milhões de bichanos no planeta contra 173 milhões de seu lendário arquirrival. Dentre os 10 países com maior população de animais domésticos, o Brasil é um dos poucos em que o cão ainda é o companheiro preferido. Mas os números estão mudando.

Segundo a Abinpet—Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação—até o fim do ano a população de gatos no Brasil será de 21,4 milhões. A de cães, ainda à frente, 37,1 milhões. Comparado a 2011, serão 1,4 milhão a mais de latidos contra 1,6 milhão de miados. Entre as causas do crescimento, estão a popularização das moradias verticais, habitações menores e novos estilos de vida.

Atualmente, o Brasil conta com 101,1 milhões de animais domésticos e tem a segunda maior população de cães e gatos do planeta. Os Estados Unidos, primeiro do ranking, contabiliza 80 milhões de gatos frente a 66 milhões de cachorros.

Uma em cada cinco casas tem um gato de estimação

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS-2013) em junho. No estudo, realizado em parceria com o Ministério da Saúde, constata-se que quase metade das residências brasileiras abriga pelo menos um cachorro. Já uma em cada cinco casas tem um gato de estimação, sendo o Piauí o estado com maior número de felinos, 34,2%, e o Distrito Federal, com o menor, 6,9%.

A região Sul (58,6%) é a que tem mais lares com cachorros para fazer companhia às famílias. Já o percentual de gatos é maior no Nordeste (23,6% das residências). Na área rural, a proporção de domicílios com algum cachorro (65,0%) é superior à da urbana (41,0%).

O luxuoso mundo pet

As metrópoles brasileiras, assim como muitas outras cidades do mundo, têm observado transformações significativas em seu perfil demográfico e nos hábitos de sua população, principalmente nas últimas décadas. Elas vão desde o crescimento do número de casais sem filhos, o aumento de domicílios habitados por uma só pessoa e, até mesmo, a diminuição do tamanho das residências e espaços para lazer.

O segmento de alimentação para animais de estimação cresceu no último ano, mais de 11% em faturamento e 5% em volume. O desenvolvimento desse mercado pode ser uma alternativa para quem quer investir em um bom negócio. O Brasil tem mais de 100 mil pontos de venda de produtos pet e faturam até R$ 400 mil por mês.

Os números sobre o mercado pet no Brasil impressionam. O mundo dos animais de estimação ganhou nos últimos anos ares de sofisticação e luxo. Criados como “pessoas da família” nas grandes cidades, os chamados pets frequentam salões de beleza especializados, onde oferecem novos tipos de banhos com secagem de pelos, tosa, alisamento, tintura, utilizando produtos de alto nível, tendo até serviços de busca e entrega. Passeiam com petwalkers, dormem sob os carinhos de uma petsitter. Podem acasalar em motéis e se hospedar em hotéis. Internam-se em hospitais e quando morrem, podem ser enterrados em cemitérios ou mesmo cremados.

Hoje, a população de animais de estimação cresce proporcionalmente ao número de pessoas, fazendo dos negócios ligados ao mundo pet investimentos lucrativos e com excelente perspectiva de crescimento. O Recife e Região Metropolitana possuem mais de 1.800 pontos de venda com produtos e acessórios pet e é um dos segmentos que mais crescem nos setores de comércio e serviços.

Conteúdo originalmente publicado em:
http://acervo.avozdaserra.com.br/noticias/brasil-tem-segunda-maior-populacao-de-pets-do-mundo